21 anos

Semana passada eu foi meu aniversário de 21 anos e queria compartilhar com vocês alguns devaneios que tive enquanto refletia sobre minha nova idade.

Nunca fui muito de ficar ansiosa pelo meu aniversário. Sempre gostei mais do Natal, para ser sincera. Quando eu tava no colégio, dizia que é porque não gostava de estar no centro das atenções, e isso até é verdade, mas acho que tinha algo mais. Não entendia muito bem o porquê das pessoas estarem celebrando a minha vida. O dia do meu aniversário sempre foi um momento de reflexão, de pensar no que eu tinha feito até aquele momento. Na minha cabeça, eu nunca tinha feito nada de tão especial, então não havia exatamente um motivo para celebração. Isso até pode soar pessimista, mas eu não pensava assim. Estava apenas sendo “realista”.

21 anos

No dia do meu aniversário esse ano, foi diferente. Primeiro que eu já fui dormir no dia anterior com um friozinho na barriga (o que nunca acontecia nos outros anos), como se o universo quisesse me preparar para um dia especial que estava por vir. Acordei e, como de costume, fui olhar minhas redes sociais (sim, isso é a primeira coisa que faço ao acordar e sim sou viciada em internet hehe). Ao ler as primeiras mensagens que chegavam me parabenizando, fui inundada de um sentimento profundo de felicidade e gratidão. Comecei a refletir tudo que tinha passado nesses 21 anos da minha vida e concluí que sim, eu tinha muito o que comemorar! Não vou começar a listar a minha lista de felicidades e conquistas aqui, mas digamos que eu deveria comemorar não só no dia do meu aniversário, e sim todos os dias da minha vida! Nem tudo na vida são flores, mas hoje, aos 21 anos, eu me sinto forte e corajosa o suficiente para enfrentar o que vier pela frente.

21 anos

Uma amiga muito querida minha me disse que as pessoas sofrem grandes mudanças de 7 em 7 anos. É dito que se muda bastante aos 7, aos 14, aos 21, aos 28… Enfim, vocês entenderam. Naquele dia, no início dos meus 21 anos, eu tinha certeza que ela estava certa. Tinha certeza também que estava pronta para essa nova mudança. Pronta para deixar minha infância e adolescência e entrar de vez no mundo adulto. Esse sentimento é muito novo para mim, até porque há um ano se me dissessem a palavra “estágio” eu já me arrepiava de medo. Até ano passado, eu queria viver o máximo da minha adolescência, da minha “falta de responsabilidades”, mas acho que esse ciclo se fechou esse ano.

IMG_3246 IMG_3242

Nesse dia 1º, almocei num lugar super legal com meu namorado (que me mimou até não poder mais!), fui para faculdade e depois voltei para casa para arrumar um bolinho para minha família. O sentimento de felicidade só crescia dentro de mim, e tinha horas que eu pensei que iria explodir de tanto amor que eu estava recebendo!

Aproveitei cada segundinho do meu dia, querendo experienciar por inteiro cada sentimento novo que brotava em mim. Terminei o dia com a certeza que estava vivendo minha fase mais feliz, mais plena, mais segura de todas. É como se eu tivesse vivendo a melhor versão de mim mesma que poderia existir.

ps: quero aproveitar para agradecer todo mundo que tirou um tempinho do seu dia para me mandar uma mensagem, me ligar, me dar um abraço, pensar em mim… vocês são muito importantes para a dona desse pequeno blog! 

Author: Tatyanna Gois

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *