FAQ

Frequently Asked Questions

 

Você é ruiva natural?

De longe essa é a que mais me perguntam. Para ir direto ao ponto: não. Meu cabelo ~natural~, como vim ao mundo é desse jeito. Já tive mil fases capilares, desde cachinhos à franjinha e cabelo vermelhão. Há um bom tempo tenho esse cabelo cor de água de salsicha e amo, apesar do trabalhão que dá.

Qual tinta você usa?

No momento estou usando a 8.34 da Majirel. Fiz esse post contando tudo sobre! Além dela, eu tonalizo meu cabelo com o tonalizante Cobre, do C. Kamura. Também tem post sobre ele aqui.

Algumas fotos do Taty in the UK não estão aparecendo. Você vai arrumar isso?

Sim! Só preciso de tempo e um armazenador de fotos online bom. Recomendações?

Você vai fazer mais um intercâmbio?

Por mais que eu queira muito, é muito provável que não. Claro que se a oportunidade surgir (como surgiu com o Brasília Sem Fronteiras) eu não vou recusar, mas por enquanto não tenho planos concretos.

Qual câmera você usa?

Nas fotos iniciais do blog, usava a Canon Rebel T3 com as lentes: 18-55mm (que veio no kit mesmo) e 50mm f/1.8. Atualmente uso a Canon 70D, também com essas duas lentes mencionadas. Quando eu não uso a Canon eu uso a câmera do iPhone mesmo.


Mais perguntas? Deixe um comentário em qualquer post que eu responderei assim que possível! Se preferir, também pode entrar em contato pelo email do blog contato@tatyannagois.com

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    • Talvez um dia eu abandone as químicas, mas não me vejo fazendo isso num futuro próximo. Não faria o no/low poo justamente porque sou dependente das químicas e de produtos específicos para quem pinta o cabelo de ruivo, apesar de tentar evitar ao máximo o sulfato. Achei bem interessante a técnica do no/low poo!

      • Entendo.
        Perguntei porque, depois de uma fase de reflexões acerca dos valores da vida, comecei a buscar a minha verdadeira identidade, e não uma identidade construída com o passar do tempo por diversos fatores externos.
        Isso tudo foi potencializado por alguns comentários que andei ouvindo e alguns vídeos a que andei assistindo (em especial, https://youtu.be/G-YqQ8j6tH4 e https://youtu.be/QT1mz7WyKBk).
        Cheguei à conclusão de que Deus nos faz como faz (fisicamente) não à toa.
        É por isso que fiz a pergunta.
        Você é linda, seu cabelo realmente parece ser natural, transições são difíceis… Mas não é à toa que estou falando tudo isso. Eu realmente tenho carinho enorme por você e decidi criar essa reflexão.
        Grande beijo.

        • Acabei de lembrar que eu não tinha respondido esse comentário. Desculpa!!
          Acho incrível que você esteja buscando sua verdadeira identidade e fazendo coisas por você mesma e não pelos outros. Sobre a reflexão da transição: bom, eu reflito sobre isso há muito tempo. Tenho amigas que fizeram e estão em processo de transição e sei como isso é difícil. Eu mesma fiquei sem alisar o cabelo por um ano e sei como é complicado. Acho que eventualmente eu farei a transição, mas não vejo isso sendo num futuro próximo (posso estar errada). Gosto de mudanças. Fiquei boa parte da minha vida com o cabelo cacheadão e adorava, apesar de dar muito trabalho. Depois quis que meus cachos ficassem mais “soltos”, depois decidi que queria franjinha, depois decidi que queria liso, depois decidi que queria ruivo. Hoje já decidi que não farei químicas tão agressivas quanto antigamente, até pro meu cabelo ir se recuperando e eu ir me preparando pra transição. Enfim, super apoio e respeito quem quer voltar ao natural, mas por enquanto eu vou continuar “lisa” hahaha.
          Grande beijo! <3