Razões: intercâmbio, lugar e blog | Taty in the UK

O primeiro post da série sobre o intercâmbio que eu fiz em 2011/12 vai falar sobre o que antecedeu a viagem. Abordarei o porquê de fazer um intercâmbio, da escolha do lugar e da decisão de fazer um blog.

Para explicar o motivo que eu quis fazer um intercâmbio temos que voltar no tempo um pouquinho. Mais especificamente voltar aos meus 12 anos, quando eu tive que fazer um trabalho sobre o Canadá e me apaixonei pelo lugar. “Canadá?! Não era Inglaterra?”, vocês dirão. Sim, Canadá. Entenda: tive um contato com a cultura da Inglaterra desde cedo pela música que tocava lá em casa (The Beatles, Queen, etc) e pelo curso de inglês que comecei ainda quando criança. Eu sempre gostei da Inglaterra, mas aos meus 12 anos, depois daquele bendito trabalho escolar, eu tinha me apaixonado pelo Canadá. Estava decidida a morar por um tempo naquele país. A melhor maneira que eu tinha achado para fazer isso era fazendo um intercâmbio, onde eu viveria a cultura local e ainda estudaria.

globe

Passei a tentar convencer meus pais a realizar meu mais novo sonho: estudar no Canadá quando eu tivesse 16 anos. Escolhi essa idade porque queria ter a experiência de fazer o Ensino Médio lá. Minha mãe não concordou com a ideia de jeito nenhum. Disse que o inverno lá era muito rigoroso, que eu não me adaptaria, que eu seria infeliz lá com a falta de sol e com a saudade da família.

neve

(mal sabia ela que o inverno na Inglaterra também é cruel, que a falta de sol só me fez apreciar mais os dias quentes e que a saudade da família – apesar de ser sempre gigantesca – não me fez voltar pra casa imediatamente)

Isso não me desanimou com a ideia de fazer um intercâmbio, mas me fez repensar a escolha do lugar. Isso calhou de ser bem na época que eu estava entrando em contato mais e mais com a cultura pop inglesa. Assistia filmes ingleses, conheci minha banda preferida (McFLY. Sim, eu sei.), via vídeos e notícias de lá… E foi ai que eu me apaixonei de vez pela Terra da Rainha. Lembro de sublinhar a palavra Inglaterra toda vez que a via em um texto, desenhar a bandeira do Reino Unido por ai, e suspirar toda vez que alguém falava “Londres”.

guarda inglesa

Aos poucos, fui pesquisando mais e mais sobre o país e tentando convencer meus pais que um intercâmbio para Inglaterra seria um investimento para vida inteira. Fui também mostrando o tanto que eu queria aquilo e mostrando que eu faria de tudo para conseguir realizar esse sonho. Levei-os a feiras de intercâmbio, os mostrei vídeos e blogs e textos e continuei pesquisando cada dia mais. Meus pais não eram exatamente contra a eu fazer um intercâmbio, até porque era uma coisa que eles queriam ter feito se tivessem tido a oportunidade. O problema é que eu tinha escolhido ficar 1 ano em um dos países mais caros pra se morar/estudar.

London eye view

(vista perfeita da London Eye)

Como eu comecei com essa “história de estudar fora” bem cedo, eles tiveram algum tempo para juntar dinheiro, pesquisar agências de intercâmbio, etc. Então, num certo sábado, fechamos o contrato. Eu iria para Inglaterra! A partir daí, era só felicidade (e muita burocracia!).

Eu nunca vou conseguir agradecer os meus pais o suficiente por terem me ajudado a realizar meu sonho. Foi uma experiência única que mudou a minha vida e acho que nada no mundo consegue pagar isso. Eles trabalharam duro para poderem realizar um sonho meu (e tiveram que aguentar a saudade, meus dramas, a distância…) e eu sou eternamente grata!

blog taty in the uk

Agora falando sobre o blog. Como disse ali em cima, uma das coisas que fiz para me informar e para convencer os meus pais foi ler muitos blogs na internet. O meu preferido (e que mais me ajudou) foi o da Fernanda Duarte, Diário de Intercambista. Ele me inspirou a criar um blog para registrar meu ano fora e manter minha família e amigos informados. Daí nasceu o Taty in the UK. Com o passar do tempo, mais e mais pessoas começaram a ler e eu percebi que o blog começou a ajudar pessoas que também queriam fazer intercâmbio. Sou muito agradecida por todos que me acompanharam nessa aventura e que me motivaram a continuar escrevendo. Vocês fizeram meu intercâmbio mais especial!


Bom, esses são os meus motivos. Desculpa pelo post longo, mas queria deixar tudo explicadinho. Irei atualizar esse post com os links dos posts que fizer sobre meu intercâmbio para Inglaterra assim que eu publicá-los. Espero que tenham gostado! Qualquer dúvida vocês podem deixar nos comentários.

<3

 

Author: Tatyanna Gois

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *